FAQ

Como faço para alugar um drone?

O processo é simples e rápido:

  1. Escolha teu drone, período de locação e acessórios adicionais;
  2. Faça seu cadastro; 
  3. Leia e aceite nossos termos e condições de uso;
  4. Escolha a tua forma de pagamento (para pagamentos via boleto, aguardaremos a compensação bancária que leva, em média, 48h, após isso o drone será liberado).

IMPORTANTE: para o Mavic 2 Pro e Mavic Mini, é obrigatório informar o código SARPAS de piloto para compartilharmos a aeronave dentro do sistema e assim você conseguir solicitar voos.

O cadastro é bem simples, porém obrigatório.

COMO SE CADASTRAR COMO PILOTO NO DECEA-SARPAS: acesse o site do DECEA e siga esse PASSO A PASSO.

COMO SOLICITAR VOO NO SARPAS: veja nesse VÍDEO como é simples solicitar voo no SARPAS.

PRONTO! AGORA É AGUARDAR TEU DRONE CHEGAR E SAIR VOANDO! (claro, depois de ler as orientações para voar com toda a segurança né?!).

O que acontece se eu quebrar o drone?

Devemos alertar que você é responsável pelos danos eventuais ocorridos ao drone no período que estiver contigo ou transporte de volta.

Avaliaremos com nossos técnicos e, sendo o caso, cobraremos apenas a manutenção do drone.

Caso não tenha salvação, a Alugue Seu Drone deverá será indenizada pelo valor de mercado atual do drone com abatimento de 12% (depreciação). O valor de mercado é  estipulado com base no preço praticado pelas principais lojas de drones de São Paulo/SP. O mesmo serve para Perda ou Roubo.

A indenização deverá ser paga via boleto, transferência bancária ou cartão de crédito no prazo máximo de 15 dias a contar da data da ocorrência ou constatação.

Por enquanto, o Seguro e Caução está disponível apenas para Mavic Mini e Tello, vejam as opções:

  • Seguro: Qualquer dano ao drone será assumido pela Alugue Seu Drone. Nessa opção não há devolução do valor.
  • Caução (apenas para pagamentos com cartão de crédito via PayPal): Nesta opção, retemos o valor de acordo com o modelo e, ao devolver o drone intacto, o valor é estornado para sua conta, retirando apenas os custos devidos de locação + frete.

Caso não queira contratar o Seguro ou Caução, valerá o processo padrão, ou seja, a Alugue Seu Drone deverá ser indenizada integralmente em casos de danos parciais ou totais.

Como funciona o Seguro ou Caução?

Devemos alertar que você é responsável pelos danos eventuais ocorridos ao drone no período que estiver contigo ou transporte de volta.

Por enquanto, o Seguro e Caução está disponível apenas para Mavic Mini e Tello, vejam as opções:

  • Seguro: Qualquer dano ao drone será assumido pela Alugue Seu Drone. Nessa opção não há devolução do valor.
  • Caução (apenas para pagamentos com cartão de crédito via PayPal): Nesta opção, retemos o valor de acordo com o modelo e, ao devolver o drone intacto, o valor é estornado para sua conta, retirando apenas os custos devidos de locação + frete.

Caso não queira contratar o Seguro ou Caução, valerá o processo padrão, ou seja, a Alugue Seu Drone deverá ser indenizada integralmente em casos de danos parciais ou totais.

Como funciona o período de locação?

O período de locação começa no dia em que você recebe o drone e termina no dia em que envia de volta.

Por exemplo, um aluguel de final de semana começa na sexta-feira e termina na segunda-feira, sendo assim 4 diárias.

Enviamos drones de segunda a sexta das 9h as 18h.

Aos sábados até as 14h.

Não enviamos/recebemos drones aos domingos.

PS: para pagamentos via boleto, aguardaremos a compensação bancária que leva, em média, 48h, após isso o drone será liberado.

Qual o período mínimo e máximo de locação?

Você pode alugar nossos drones por, no mínimo, 2 dias e, no máximo, 90 dias.

Para o Tello, o mínimo são 3 diárias e, no máximo, 90 dias..

Caso precise aumentar o período de locação é necessário refazer a operação (claro que se você já estiver com o drone não precisa mandar de volta!).

Porque eu devo ter e informar um código de piloto no SARPAS-DECEA (exceto para o Tello)?

O SARPAS foi desenvolvido com o objetivo de facilitar a solicitação de acesso ao Espaço Aéreo para o uso de Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAS/DRONES) no Espaço Aéreo Brasileiro.

Neste sistema você realiza as solicitações de voo e evita riscos.

O Cadastro é bem simples, porém obrigatório

Clique AQUI e veja o vídeo explicativo.

Como faço para solicitar um voo no sistema SARPAS-DECEA (exceto para o Tello)?

Solicitar voo é incrivelmente simples!

Primeiro você deve ter um cadastro de piloto para acessar o sistema SARPAS e realizar a solicitação de voo. 

Antes de solicitar seu voo, leia AQUI as orientações do DECEA.

Saiba como criar seu cadastro de piloto no SARPAS-DECEA clicando AQUI.

Neste VÍDEO te ensinamos como solicitar voos no SARPAS.

IMPORTANTE: é obrigatório solicitar voo antes de subir o drone.

Com base no artigo 268 do Código Brasileiro de Aeronáutica – Lei nº 7.565 de 19 de Dezembro de 1986  a Alugue Seu Drone não será responsabilizada caso o locatário não tenha solicitado o voo ou seja autuado por não cumprir as orientações do DECEA-SARPAS.

Posso alugar, sublocar, ceder a locação ou emprestar o drone para terceiros?

Não. Conforme descrito nos termos e condições de uso você não pode sublocar, ceder ou emprestar o drone a uma terceira pessoa, sob pena de responsabilidade por todos os danos e prejuízos oriundos desta ocorrência, multa e de demais penalidades contratuais e legais.

Para onde enviamos?

Por enquanto, enviamos via Motoboy apenas São Paulo Capital e região metropolitana.

Posso viajar com o drone?

DEVE. Queremos que você registre as melhores imagens e vídeos da sua viagem. Mas antes, verifique as regras de utilização dos drones na localidade que irá. Nossa dica é que você selecione a data de início da locação alguns dias antes da sua viagem para você ir se familiarizando com o equipamento.

Cuide também para realizar um transporte seguro do drone.

Aqui vai alguns sites com orientações sobre a utilização de drones nos países (atentem-se para estas informações antes de viajar!):

Link: https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/drone-tudo-o-que-voce-precisa-saber-para-viajar-com-o-seu/

Link2: https://apureguria.com/drone/viajar-com-drone-dicas/

Link3: https://www.cumbicao.com.br/2018/12/drone-viagem.html

Link4: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/08/o-que-voce-precisa-saber-antes-de-levar-seu-drone-para-viajar.html

Link5: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/08/o-que-voce-precisa-saber-antes-de-levar-seu-drone-para-viajar.html

Link6: https://www.viagensecaminhos.com/2019/01/viajar-com-drone.html

Link7: https://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=676&t=16108

Eu nunca voei um drone antes. Como faço?

Nossos drones são bastante fáceis de voar logo que saem da caixa. Selecionamos os melhores equipamentos da DJI para você. Os drones são estabilizados por GPS para que mantenham sua posição se você soltar os sticks do controle ou deixar voltá-los ao centro. Por causa dos recursos de estabilização, nossos drones são realmente muito mais fáceis de pilotar do que a maioria das aeronaves.

Leia com toda atenção os manuais e guias que disponibilizamos para você na seção DOWNLOADS.

Assista os vídeos disponibilizados em nossos cartões QRCode que são enviados juntos com os drones.

Acessando o site DJI você terá acesso a muito mais informações direto da nossa fabricante predileta.

NÃO SUBA O DRONE SEM REALIZAR A SOLICITAÇÃO DE VOO E LER AS RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA E NORMAS DO DECEA (DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO) – Exceto para o Tello.

Existe algum material de apoio com dicas para pilotar?

Disponibilizamos na seção DOWNLOADS todos os guias básicos e manuais para você dominar o drone extraindo o máximo que esse extraordinário equipamento oferece, além, é claro, de um voo seguro.

Você receberá junto com o drone um conjunto de cartões QRCodes, basta apontar a câmera de seu smartphone para o código que o link se abrirá e você acessará rapidamente todas as instruções básicas de um voo seguro com o drone.

E se eu tiver efetuado o pagamento e precisar cancelar?

Se o drone já tiver sido postado, cobraremos apenas o frete de ida e volta.

Caso a locação já esteja em andamento, será cobrado pelos dias proporcionais em que esteve sob posse do drone + frete.

Quais condições receberei o drone?

Todos os nossos drones são testados em voo e inventariados antes de serem enviados para garantir o funcionamento adequado. Portanto, verifique antes de operar no dia em que você receber o drone e nos notifique imediatamente sobre quaisquer problemas percebidos ou danos pré-existentes.

Você receberá os drones – Tello, Mavic Mini e Mavic 2 Pro – dentro da caixa e com os acessórios de cada modelo.

Quantas baterias vem com o drone?

2 baterias para Mavic Mini e Mavic 2 Pro.

3 baterias para o Tello.

IMPORTANTE: por segurança no transporte, as baterias não vão carregadas.

O Drone está dizendo que é necessária uma atualização de firmware, o que devo fazer?

Todos os nossos drones são testados em voo e inventariados antes de serem enviados para garantir o funcionamento adequado. Nós nos esforçamos para manter todo o firmware atualizado, embora às vezes o momento da liberação do firmware e nossa programação de remessas não permitam isso.

Se o firmware não for atualizado, você não precisará atualizá-lo, faremos isso quando você enviar de volta.

Quais práticas recomendadas que você possui para a operação de drones?

Obstáculos, obstáculos, obstáculos.

Atingir uma árvore, prédio ou outra obstrução é a causa mais comum (e muito evitável) de um acidente. PRATIQUE EM ÁREA ABERTA LONGE DE OBSTÁCULOS. Quando você tiver experiência, lembre-se de olhar regularmente do APP para o drone, ou melhor ainda, use um observador para ajudá-lo a assistir o drone e garantir a prevenção de obstáculos.

Não coloque em risco pessoas ou propriedades.

Não voe de maneira imprudente ou descontrolada.

Não voe fora da linha de visão.

Evite voar a noite.

Não voe mais de 400 pés ou 120 metros acima do nível do solo.

Voe a pelo menos 30 metros de distância de edificações, salvo com permissão do proprietário ou em casos específicos, como uso de um drone para um serviço de verificação de fachada, por exemplo.

Não voe próximo de aeroportos, quartéis, presídios, delegacias e infraestruturas críticas.

Não voe perto de aeronaves tripuladas ou de qualquer outra aeronave não tripulada.

Aeronaves não tripuladas devem ceder sempre o direito de passagem às aeronaves tripuladas.

Se você ouvir uma aeronave na área, diminua a altitude do drone até que a aeronave tripulada seja identificada e esteja fora da sua área de operação.

Não voe em áreas de interferência ou perturbação magnética ou eletromagnética.

Não inicie um voo em uma superfície de metal.

Não fique diretamente sob o drone.

Não voe sobre os outros.

Não voe perto de torres de rádio, celular ou micro-ondas que possam interferir no drone.

Não voe com o drone com menos de 30% de duração da bateria.

Não voe com ventos fortes.

Não voe na chuva ou em outras condições climáticas adversas.

Não aterre na grama molhada ou na lama.

Não decole nem aterre em areia ou poeira.

Não voe com baterias encharcadas de frio (o equipamento deixado no frio não funcionará corretamente).

Não espere o aviso de bateria fraca pousar o drone. O aviso de bateria fraca dispara a 30% da bateria, planeje adequadamente e aterre antes que a bateria atinja 30%.

Revise sempre os vídeos de treinamento e o guia de início rápido on-line em DJI.com antes que seu aluguel de drones chegue.

Sempre dê direito de passagem a aeronaves tripuladas.

Leia e siga sempre o guia de início rápido exatamente antes de cada voo.

Sempre execute a calibração da bússola antes de cada voo.

Sempre pratique e aprenda a voar em um campo aberto, longe de pessoas, edifícios e árvores.

Sempre examine sua área de voo antes de realmente iniciar o drone. Anote galhos de árvores, prédios, pessoas, outros obstáculos e terrenos irregulares que possam estar próximos à sua trajetória de voo. Recomenda-se o uso de um observador para assistir o drone o tempo todo enquanto o piloto voa.

Sempre coloque rotores pretos nos 2 pontos pretos e os rotores prateados nos pontos prateados.

Sempre voe em uma área aberta sobre solo macio até que você se sinta confortável com o controle e operação do drone.

Garanta sempre que a bateria esteja firmemente travada no lugar com segurança antes de voar.

Calibre sempre a bússola corretamente (não funcionará em ambientes fechados) antes de cada voo.

Garanta sempre uma carga completa nas baterias, extensor wi-fi e controle remoto antes do voo.

Sempre pouse o drone imediatamente se alguma operação anormal for notada ou aparecer uma mensagem de erro na tela do app.

Sempre pouse o drone imediatamente se for dado um aviso de bateria fraca.

Lembre-se de que um drone que voa a mais de 30 km/h tem muita inércia e o movimento para frente do drone continuará por alguma distância, mesmo depois que você começar a redirecionar o drone. Planeje com antecedência para evitar obstáculos.

Lembre-se de que, como operador, você deve sempre estar no controle e, em última instância, é responsável. Mesmo que você opte por usar modos de vôo automáticos, como retornar para casa ou RTH (Return to Home), decolagem automática, aterrisagem automática, waypoints, ActiveTrack, Ponto de Interesse, Siga-me, TapFly etc., você deve estar sempre pronto para substituir imediatamente os modos automáticos e recuperar ao controle. O uso de modos de vôo automáticos é por sua conta e risco. Pressionar a chave de função no controle remoto e depois voltar ao GPS permitirá que você assuma imediatamente qualquer modo automático – pratique e instale antes de usar qualquer modo de vôo automático.

Lembre-se de que se o drone estiver longe de você, levará tempo e consumirá a energia da bateria para voltar para você. Planeje adequadamente, observando a porcentagem da bateria enquanto voa.

Para mais informações acesse: https://www.decea.gov.br/drone/#orientacoes

Eu posso comprar o drone que eu aluguei?

SIM!

Podemos vender o drone para você.

Entre em contato para obter preços especiais!

Você repara Drones?

Sim! Possuímos técnicos especialistas caso teu drone precise de reparo.

Fale conosco!

Você recebe sugestões de outros modelos de drones para alugar?

Sim.

Buscamos sempre expandir nossas ofertas. Entre em contato conosco se você estiver interessado em um modelo específico que não vê em nosso site e procuraremos colocá-lo em estoque.

Eu tenho que buscar o drone?

Definitivamente não!

Nós enviamos para você. (Por enquanto, somente São Paulo capital e região metropolitana via Motoboy).

Quais são os termos e condições para locação de drones?

Ao encerrar a compra você terá acesso aos termos e condições.

Depois de alugar um drone, posso mantê-lo por mais tempo?

Sim!

Antes do término da locação, entramos em contato para combinar a retirada ou extensão da(s) diária(s).

Eu tenho uma GoPro, posso usá-lo com os drones?

Não. Os drones DJI já vêm com uma câmera integrada. Os drones que oferecemos, em alguns casos, oferecem uma qualidade superior a GoPro.

Quais os tipos de operação em que não preciso de autorização do DECEA?

Os voos no interior de prédios e construções fechadas, mesmo que parcialmente, incluindo ginásios, estádios e arenas a céu aberto (até o limite vertical da sua estrutura lateral) são de total responsabilidade do proprietário da estrutura ou do locatário do imóvel e deverão estar autorizados pelo mesmo, não sendo considerados “espaços aéreos” sob a responsabilidade do DECEA.

Ainda assim, devem ser observadas as regulamentações da ANAC e da ANATEL e as responsabilidades civis em vigor.

Pretendo voar com meu drone em um evento a céu aberto e haverá muitas pessoas presentes. O que preciso fazer para voar de forma regular?

A operação de aeronaves não tripuladas deverá ocorrer de forma que sua projeção vertical no solo esteja afastada, pelo menos, 30 metros de pessoas não anuentes.

Caso as pessoas envolvidas autorizem expressamente (por meio formal) ao operador/explorador do drone para serem sobrevoadas, não existirá a necessidade do afastamento previsto.

Portanto, o operador do drone, de posse das anuências emitidas pelas agências reguladoras (ANATEL e ANAC) e pelo DECEA, será o responsável por operar dentro das condicionantes estabelecidas e o preconizado na legislação em vigor, podendo ser responsabilizado pelo não cumprimento da autorização emitida, bem como por possíveis danos causados a terceiros.

Posso voar com meu drone no período noturno?

Sim! Devido a baixa visibilidade, redobre a atenção e tome muito cuidado!

O ideal é voar com o drone durante o dia.

Quais infrações eu posso incorrer, operando de forma irregular?

Esse item é muito importante e portanto, segue abaixo, na íntegra, as informações acerca das infrações:

O Código Brasileiro de Aeronáutica – CBA (Lei nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986) orienta a apuração e a aplicação das sanções administrativas através de várias penalidades previstas em seu artigo 289, inclusive multa, para quando o piloto de aeronaves infringir quaisquer orientações citadas neste regulamento ou qualquer ação, cumulativa ou não, que configure descumprimento a este e aos demais regulamentos afetos ao acesso ao espaço aéreo.

A Junta de Julgamento da Aeronáutica (JJAer), prevista no Decreto nº 7.245, de 28 de julho de 2010, tem por finalidade apurar e aplicar as penalidades e providências administrativas previstas no Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA) e na legislação complementar, por condutas que configurem Infrações de Tráfego Aéreo e descumprimento das normas que regulam o Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB).

O Regulamento da Junta de Julgamento da Aeronáutica (Portaria nº 09 – DGCEA, de 05 de novembro de 2011) delineia as particularidades, os valores de multa e as orientações inerentes ao processo administrativo supracitado.

A apuração das infrações e aplicação das sanções administrativas, descritas e previstas ao voo RPAS, não eximem seus responsáveis daqueles atos que se constituam infração ou crime nas demais esferas do Direito Cível, Criminal e de todas as demais aplicáveis.

Para repreender a atividade irregular, os órgãos reguladores podem se utilizar do Art. 290 do CBA, o qual preconiza que a autoridade aeronáutica poderá requisitar o auxílio da força policial para obter a detenção dos presumidos infratores ou da aeronave que ponha em perigo a segurança pública, as pessoas ou coisas, nos limites do que dispõe o CBA.

O uso irresponsável do espaço aéreo poderá ser enquadrado, conforme o caso, nas leis abaixo especificadas:

Decreto Lei 2.848/1940 – Código Penal

Art. 132 – Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.

Art. 261 – Expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea.

Lei 7.565 – Código Brasileiro de Aeronáutica – CBA

Art. 289 – Na infração aos preceitos deste Código ou da legislação complementar, a autoridade aeronáutica poderá tomar as seguintes providências administrativas:

I – multa.

Art. 291- Toda vez que se verifique a ocorrência de infração prevista neste Código ou na legislação complementar, a autoridade aeronáutica lavrará o respectivo auto, remetendo-o à autoridade ou ao órgão competente para a apuração, julgamento ou providência administrativa cabível.

  • 1° Quando a infração constituir crime, a autoridade levará, imediatamente, o fato ao conhecimento da autoridade policial ou judicial competente.

Lei 10.406/2002 – Código Civil

Art. 186 – Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito.

Art. 927. Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo.

Parágrafo único. Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem.

Decreto Lei 3.688/1941 – Lei das Contravenções Penais

Art. 33 – Dirigir aeronave sem estar devidamente licenciado.

Art. 35 – Entregar-se na prática da aviação, a acrobacias ou a voos baixos, fora da zona em que a lei o permite, ou fazer descer a aeronave fora dos lugares destinados a esse fim.

O valor da multa pode começar em R$ 3.200,00 e chegar até R$ 40.000,00.

IMPORTANTE: é obrigatório solicitar voo antes de subir o drone.

Com base no artigo 268 do Código Brasileiro de Aeronáutica – Lei nº 7.565 de 19 de Dezembro de 1986  a Alugue Seu Drone não será responsabilizada caso o locatário não tenha solicitado o voo ou seja autuado por não cumprir as orientações do DECEA-SARPAS.

Quais fatores eletromagnéticos podem influenciar o drone?

Torres de alta tensão, turbinas, ferragens e até minerais no solo podem criar um campo magnético e influenciar no controle do teu drone.

Geralmente, aparecem alertas no controle sobre Interferência Eletromagnética afetando o funcionamento da bússola.

Quando se deparar com esses alertas, afaste o drone imediatamente e procure trazê-lo para mais próximo de você, caso não seja possível, acione o RTH (Return to Home) que fica no controle do drone. O risco de perca de controle e queda é grande!

Posso embarcar algum peso no drone?

Definitivamente não!

Nossos drones não foram projetados para colocarmos nenhum peso.

Vocês tem loja física?

Não, somente loja virtual.

https://alugueseudrone.com.br/wp-content/uploads/2019/11/logo-site.png
A Alugue Seu Drone chegou para te levar a uma incrível experiência: pilotar um drone! Podemos viajar contigo e te ajudar a registrar os melhores momentos. Alugamos nossos drones também para foto e filmagem de eventos, agricultura, topografia, inspeções, segurança, construção. Qualquer que seja sua necessidade estamos prontos para te atender!